Os segredos da boa comunicação

Publicado em: 25/05/2021

Artigo de Gestão - Ajorsul

A comunicação é a mãe de todos os conflitos. Mesmo querendo acertar, muitas vezes a forma e o momento em que dissemos algo pode gerar conflitos, mesmo que não seja a vontade de nenhuma das partes envolvidas no processo de comunicação. Não é à toa que muitos trabalhos de coaching ou mentoring estão focando primeiramente na comunicação porque sabem que independente da posição profissional de alguém, a comunicação vai sempre ser impactante no sucesso do trabalho.

Um aspecto inicial a ser destacado é a confiança: base dos relacionamentos. Se não existe confiança, não existe relacionamento. Não adianta dizer "confia em mim". É algo a ser conquistado. Depois que se perde a confiança é algo, de fato, muito difícil de ser recuperado.

Pensando no indivíduo é interessante lembrar que podemos ter uma visão distorcida de nós mesmos. Muitas vezes eu falo e me expresso de uma forma e julgo que o outro está entendendo. No entanto, posso não estar sendo assertivo ou estar demonstrando insegurança. Muitas vezes corro o risco de estar transmitindo algum tipo de agressividade sem perceber. Por isso, estão sendo feitos com frequência trabalhos de qualificação trabalhando a “comunicação não-violenta”. O que se quer é, efetivamente, estarmos mais próximos uns dos outros de modo que consigamos nos expressar da melhor maneira possível e o outro lado entender adequadamente. Qual a solução para isso tudo? Eu preciso me ouvir mais. As vezes vale a pena gravar e se ouvir, ou então pedir para uma outra pessoa nos escutar de modo que nos transmita um feedback. Família, amigo ou colegas de trabalho são importantes neste trabalho.

A comunicação, portanto, é um dos grandes desafios de qualquer pessoa que exerça liderança ou não e também para o relacionamento interpessoal. Por isso é uma pauta que exige muito cuidado especialmente nos tempos atuais, pois estamos vivendo distantes fisicamente, mas muito relacionados em outras formas remotas como redes sociais e outros aplicativos.

Everton Zambon. Psicólogo com graduação, Mestrado e Doutorado pela PUCRS, Gestor de Recursos Humanos, Palestrante no campo da Gestão de Pessoas, Liderança e Relacionamento interpessoal.