Comércio virtual e produtos personalizados ganham força no mês das Mães

Publicado em: 09/05/2021

Destaque para as vendas diretas em aplicativos e sugestões de produtos versáteis para diferentes estilos

O Dia das Mães é uma das datas mais significativas do varejo nacional, e os comerciantes viram a necessidade de integrar o varejo físico com o digital e setor de joalheria e óptica não mede esforços para expressar através de seus produtos o valor emocional que a data representa. Para alguns representantes da Associação do Comércio de Joias, Relógios e Óptica do Rio Grande do Sul (Ajorsul), uma das tendências mais significativas para manter o faturamento foi gerada no comércio virtual, com campanhas pelas redes sociais, além de muitas sugestões de produtos nas vendas diretas ao consumidor em aplicativos.

Uma das apostas, são colares e brincos em pérolas construídos com ouro e em composições com pedras preciosas. A designer de Joias, Leila Fraga, trabalha com peças personalizadas e criou um projeto especial para a data. Para ela, pensar na temática do Dia das Mães, é construir uma joia que represente através do seu conceito, do design e dos materiais preciosos o valor de uma mãe.

“Vejo que as madrepérolas e pérolas simbolizam de forma muito especial as mães, pois além de muito femininas, as madrepérolas passam por um processo doloroso para originar a pérola. Joias em pérolas são as mais democráticas, pois também são românticas, clássicas e modernas e atendem aos diferentes estilos das mães de hoje”, explica.

E transformação digital das empresas, aliada à qualidade e rapidez dos serviços, são uma necessidade e a maior solução do momento. Para empresária e consultora óptica, Luciana Batista, a maior parte das vendas acontecem pelo atendimento via aplicativo de bate-papo e agendamento à domicilio. Quanto aos modelos mais solicitados, ela destaca óculos leves e versáteis como sugestões femininas que mais se adaptam para as mães.

“Após um ano sem comemorações, o Dia das Mães nos traz a expectativa de um novo recomeço. As peças selecionadas para este momento precisam ser modernas, mas principalmente, terem leveza e elegância. É isso que as mulheres estão priorizando”, comenta.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima para o Dia das Mães deste ano um volume de vendas de R$ 12,2 bilhões em todo o país, o que representa aumento de 47% em relação ao resultado de 2020 (R$ 8,26 bilhões). Entre os setores que apresentam os maiores aumentos, está o de joias e bijuterias (14,4%).